Festival RTP da Canção

Da WikiEuroFestival- A enciclopédia eurovisiva

O Festival da Canção é um concurso musical nacional, que tem como objetivo apurar a canção que irá representar Portugal, a nível internacional, num dos eventos mais antigos da televisão mundial o Festival da Eurovisão. O primeiro concurso ocorreu em 1964 e é o mais antigo da televisão portuguesa.

Foi, durante muitas décadas, impulsionador de grandes artistas portugueses e palco de inúmeras canções que ainda hoje são recordadas, marcando diversas gerações[1], sendo um marco de referência no meio musical. E por ser tão popular que, nas décadas de 60 e 70, chegava mesmo a paralisar o país. Famílias inteiras sentavam-se defronte à televisão apostando na canção que viria a ser vencedora [2], os cafés estavam cheios e apinhados a assistir tal como à frente das montras de electrodomésticos e, em último caso, ouvia-se pela rádio. Jornais e revistas eram recheadas de entrevistas aos cantores, apostas na canção favorita, comentários e criticas, para além do habitual quadro de votações. O mesmo se pode dizer da transmissão internacional do Festival da Eurovisão. Eram os grandes eventos musicais do ano...

No entanto, a partir dos anos 80, surge um declínio de popularidade e nos anos 90 estava consolidado o desinteresse geral, pese embora tenha alcançado o melhor lugar de sempre, em 1996 - o 6º lugar. Numa entrevista [3], o jornalista Nuno Galopim, refere que "o Festival da Canção era um espelho do que se fazia em Portugal" e que "Eurovisão era uma porta de entrada para o mercado internacional", sendo mais rígido nas criticas "desde meados dos anos 80, o festival perdeu o interesse a nível discográfico e mesmo musical".

A partir de 2000, o Festival da Canção, tenta sobreviver, embora combatendo um desinteresse galopante geral por parte dos portugueses. São apontadas diversas causas e criticas: a inexistência de uma vitória de Portugal no Festival da Eurovisão, nunca ter atingido os primeiros lugares, à discordância da canção vencedora, à pobre qualidade, à falta de investimento do canal público da RTP e à banalização de concursos musicais.

No entanto existe alguns casos pontuais de popularidade, como em 2011, cuja vitória coube aos Homens da Luta e em 2014, com a vitória da cantora Suzy, mas sempre pós-festival e reforçado com polémicas geradas ao seu redor[4].

Por outro lado, nota-se um aumento acentuado de fãs e admiradores, com idades mais jovens, e também à existência de inúmeros sites, blogs e eventos relacionado com este concurso.


Particularidades

Em 1970 e 2000, embora tenha sido realizado o Festival RTP da Canção 1970 e o Festival RTP da Canção 2000, a RTP decidiu não participar no Festival da Eurovisão.

O concurso não se realizou em 1988, 2003, 2004 e 2005, pois, por decisão da RTP, foram escolhidos outros métodos de apuramento da canção vencedora para ser representada internacionalmente.

Por fim, em 2002 e 2013, não foi realizado o concurso nem houve participação no Festival da Eurovisão, por decisão da RTP[5].

Canal Emissor

Tanto por razões históricas como de acordo com as regras [6] impostas pela EBU - União Europeia de Radiodifusão, apenas pode o canal estatual de cada país [7], em Portugal a RTP - Rádio Televisão Portuguesa, a participar no Festival da Eurovisão.

Denominação do Concurso

Ao longo das consecutivas realizações do concurso, foram alteradas as designações no nome, sendo inicialmente como o “Grande Prémio TV da Canção Portuguesa” e, atualmente, “Festival da Canção[8].

50º anos

Na comemoração do 50º aniversário, a Sociedade Portuguesa de Autores organizou, em 30 de janeiro de 2014, um debate cujo tema "Que imagem do país a televisão do Estado tem exportado através do Festival da Canção?"[9] [10], moderado por Tozé Brito (administrador da SPA) estando presentes na mesa: José Poiares (chefe de delegação da RTP), António Calvário (primeiro vencedor do Festival RTP da Canção) e o professor Jorge Mangorrinha. Este último convidado foi investigador de um estudo sobre o festival, que irá ser lançado em livro, sobre a vertente histórica e um plano de reorganização da planificação da estratégia do concurso a nível internacional.

Também a Hemeroteca Digital, lançou através de uma exposição virtual - "Nos 50 Anos do Festival da Canção: o olhar da imprensa nacional(1964-2014)[11].


Anos 60

Anos 70

Anos 80

Anos 90

De 2000 a 2009

De 2010 a 2014

Lista de Vencedores

Ano Intérprete Canção
1964 António Calvário "Oração"
1965 Simone de Oliveira "Sol de Inverno"
1966 Madalena Iglesias "Ele e Ela"
1967 Eduardo Nascimento "O Vento Mudou"
1968 Carlos Mendes "Verão"
1969 Simone de Oliveira "Desfolhada Portuguesa"
1970 Sérgio Borges "Onde Vais Rio Que Eu Canto"
1971 Tonicha "Menina do Alto da Serra"
1972 Carlos Mendes "Festa da Vida"
1973 Fernando Tordo "Tourada"
1974 Paulo de Carvalho "E Depois do Adeus"
1975 Duarte Mendes "Madrugada"
1976 Carlos do Carmo "Flor de Verde Pinho"
1977 Os Amigos "Portugal No Coração"
1978 Gemini "Dai-li, Dai-li Dou"
1979 Manuela Bravo "Sobe, Sobe, Balão Sobe"
1980 José Cid "Um Grande, Grande Amor"
1981 Carlos Paião "Playback"
1982 Doce "Bem Bom"
1983 Armando Gama "Esta balada que te dou"
1984 Maria Guinot "Silêncio e Tanta Gente"
1985 Adelaide Ferreira "Penso em Ti (Eu Sei)"
1986 Dora "Não Sejas Mau P'ra Mim"
1987 Duo Nevada "Neste barco à vela"
1988 Dora "Voltarei"
1989 Da Vinci "Conquistador"
1990 Nucha "Sempre (há sempre alguém)"
1991 Dulce Pontes "Lusitana Paixão"
1992 Dina "Amor D'Água Fresca"
1993 Anabela "A Cidade (Até Ser Dia)"
1994 Sara Tavares "Chamar A Música"
1995 Tó Cruz "Baunilha e Chocolate"
1996 Lúcia Moniz "O Meu Coração Não Tem Cor"
1997 Célia Lawson "Antes do Adeus"
1998 Alma Lusa "Se Eu Te Pudesse Abraçar"
1999 Rui Bandeira "Como Tudo Começou"
2000 Liana "Sonhos Mágicos"
2001 MTM "Só Sei Ser Feliz Assim"
2002 Não se realizou
2003 Rita Guerra "Deixa-me Sonhar (Só Mais uma Vez)"
2004 Sofia Vitória "Foi Magia"
2005 2B "Amar"
2006 Nonstop "Coisas de Nada"
2007 Sabrina "Dança Comigo (Vem Ser Feliz)"
2008 Vânia Fernandes "Senhora do Mar"
2009 Flor-de-Lis "Todas as Ruas do Amor"
2010 Filipa Azevedo "Há Dias Assim"
2011 Homens da Luta "A Luta é Alegria"
2012 Filipa Sousa "Vida minha"
2013 Não se realizou
2014 Suzy "Quero ser tua"

Página Oficial

Páginas Relevantes

Referências

  1. . O site oficial da RTP "Conheça a história do Festival da Canção"apenas disponibiliza a informação da sua história através de vídeos das canções vencedoras
  2. . A série de televisão da RTP Conta-me como foi focava este tema, http://tv.rtp.pt/wportal/press/fxs_fotos/conta_me/dossier_de_imprensa.pdf e citando " e em que os jovens pensavam no Festival da Canção em vez de em coloridas séries juvenis "
  3. http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=30&did=142499
  4. http://cronicasdeeurofestivais.blogspot.pt/2014/06/contra-o-odio-eurovisivo-terceiro-texto.html
  5. Carlos Portelo, faz uma abordagem sobre a sua evolução histórica, na OGAEPTMagazine nº 7 de Jan 2014
  6. Regulamento para o Festival da Eurovisão de 2014 http://www.eurovision.tv/upload/press-downloads/2014/Rules/EurovisionSongContest_2014_Rules_Public_ENG_20.09.2013.pdf
  7. Embora com o encerramento da ERT, da Grécia, tenha existido uma exceção [http://cronicasdeeurofestivais.blogspot.pt/2013_06_11_archive.html Crónicas Eurovisivas
  8. O site Eurovisão Portugal faz referência a essa evolução
  9. Disponivel no site SPA
  10. Convite do debate Convite
  11. Disponivel no site Hemeroteca Nacional